segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Assim é mais fácil

Torna-se mais fácil aguentar e superar as dificuldades com alguém assim ao nosso lado. Mas procurem outra pessoa porque o modelo da foto já está comprometido :)

Animação

O curso de animação, esse sim dá gozo. A perspectiva de trabalhar com crianças, os módulos que estou a aprofundar, a possibilidade de aplicar isso na prática, como fiz num infantário em Carenque, a preparação que isto exige... Estou a gostar, apesar de por vezes quase desesperar...

Ênçinu aim Portugal

Eu nem sei que diga sobre o que fui encontrar no ensino "superior???"... Não sei se foi o virar do século, mas isto está pior do que quando saí da secundária! Não era suposto evoluir? A maioria das cadeiras está a dar matérias que já dei no 10º ano... E os alunos... Tenho uma colega de 22 anos que não sabe a data da primeira guerra mundial, que não sabe que o 25 de Abril foi em 74, que pergunta se o governo é o Presidente da República e o Primeiro-Ministro, que gostava que a professora de direito explicasse a cadeira com bonecos...
Será este espécime o exemplo do actual estudante português?! O que se passa no secundário? No meu tempo tinha problemas, mas o que se passará agora?!

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Em grande

Não vou discutir os orçamentos públicos para estes anúncios, apenas comentar o anúncio em si que é espectacular. Uma pequena película que faz corar qualquer anúncio promocional de hollywood. Em grande!

Eterna praxe

Na última semana, bem no final de outubro, ainda persistiam as praxes... Pois é, os "corvos" continuam aí, goste-se ou não, concorde-se ou não, o que é demais enjoa. E estar há mês e meio a levar com artistas a praxar acho que já roça o ridículo... Na última 5ª feira, a meio de uma aula de história, comecei a ouvi-los cantar a música da Leopoldina. A princípio fiquei chateado com o barulho, mas depois percebi que mais que uma praxe, era uma preparação. É que a maior parte deles irá provavelmente encontrar trabalho no continente e convém começar já a apanhar o espírito... Tenho dito! E vão mas é trabalhar oh...

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Votem

Este vídeo foi feito por uns amigos meus, vou deixar-vos apreciar e nem vou influenciar pois o resultado fala por si. E já agora vão ao site e votem!

Os Coristas

Os Coristas é uma história muito boa para nos fazer reflectir sobre as instituições de ensino para crianças "problemáticas". Este filme francês teve 2 nomeações para os Oscars, fala sobre um professor que chega a uma instituição dessas, onde todos já desistiram de tentar mudar aqueles jovens, e a única atitude que os professores têm é de acção - reacção. Basicamente isto significa, eles fazem asneira, são severamente castigados. Este novo professor é provavelmente a primeira pessoa na vida destes miúdos que não desiste deles, e a forma que encontra para chegar até eles é a música, criando um coro contra a vontade do director. Vi este filme dentro do curso de animação, e concordo com a formadora, este filme é indispensável para quem queira trabalhar com crianças. É bom que todos tenhamos noção que desistir das crianças é o primeiro passo para que o futuro delas esteja em perigo, e a solução, na minha opinião, não passa por separar o trigo do joio, passe a expressão, não é por pegar em todos os jovens problemáticos e espetar com eles numa instituição separados dos outros que se resolve alguma coisa. Isso é uma forma da sociedade se descartar. Há um longo caminho a percorrer, este filme pode ser ficção, mas eu acredito que há pessoas que podem fazer a diferença, e todos os profissionais que trabalham com crianças têm de ser não só professores, mas têm de saber como chegar até aos miúdos.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Ensaio sobre a Cegueira

E sem querer entrar em pormenores sobre a estupidez que se gerou à volta do filme que é inspirado no livro do nosso Saramago, não posso deixar de dizer que estes americanos continuam a surpreender-me, não bastava terem uma candidata a vice-presidente que acredita que os dinossauros andaram por cá há poucos milhares de anos, e outras barbaridades, agora, dizer o que disseram sobre o tema do filme insinuando que é uma ofensa aos cegos... Que dizer? Não posso fazê-lo sem perder as estribeiras! Ai América América...

E o tempo passa

Pois é, com alguns dias de atraso mas não posso deixar de dizer que a Joaninha já completou o seu primeiro aninho. Cada vez mais linda, mais mexida, anda que se farta, corre talvez seja mais correcto, diz o meu nome o que me deixa todo babado, e basicamente, é um espectáculo! O melhor que posso dizer é que não há melhor terapia que chegar a casa à hora de almoço cheio de sono e pôr-me a brincar com esta princesinha, rebolo no chão, aproveito para brincar com os peluches e sou criança todos os dias... Parabéns Joaninha!

Estou a ficar velho

Hoje a meio de uma aula de Direito da Comunicação e depois de ter levado um espancamento psicológico na aula de Técnicas de Expressão Escrita, tive um pensamento algo deprimente... Lembrei-me que não estudava desde o século passado, dá que pensar!

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Continua a contar-me como foi

Boas notícias para quem aprecia a boa ficção nacional, o programa da RTP, Conta-me como foi, vai regressar com novos episódios e levar-nos-á até ao 25 de Abril. Porque conhecer a nossa História é fundamental, esta é uma forma agradável e eficaz de conhecer os costumes da época, para melhor compreender o que se passa actualmente.

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

"Crê no que te digo, amigo"

" Crê no que te digo, amigo, preocupa-te em trabalhar e em ter uma atitude transparente, o resto ser-te-á dado naturalmente"... Juan Luis Cébrian, Cartas a um jovem jornalista. Gosto do conceito...

domingo, 28 de setembro de 2008

Viandante

A Tapada de Mafra é um espaço lindo onde se passa umas boas horas, optando pelo meio mais cómodo onde fazemos uma visita guiada de comboio, parando num pequeno mas bonito museu dos coches e também noutro museu onde para além de várias espécies embalsamadas estão algumas das armas usadas na defesa de Lisboa aquando das invasões Napoleónicas.
Esta área magnífica criada no reinado de D. João V dá aos mais corajosos a oportunidade de fazer o percurso a pé, inclusive visitas nocturnas, as últimas do ano serão a 10 e 11 de Outubro. Durante a visita vemos algumas espécies, a mais comum são os gamos, mas também alguns veados, javalis ou com sorte o lobo ibérico e a águia de Bonelli, entre muitas outras...
Mas talvez o que mais se destaca é a diversidade da floresta, felizmente as consequências dos incêndios de 2003 não são muito evidentes e aos poucos a normalidade está a ser reposta. Outro programa que parece interessante é a possibilidade de se passar um fim-de-semana alojado na Tapada, para recuperar forças deve ser do melhor. Vale mesmo a pena!

Novos espaços

Quiçá se motivado pela entrada no curso de Jornalismo, iniciando assim a busca de um sonho adiado há muito, lancei hoje dois novos espaços, assim na barra da direita podem ver os links para os meus blogs, os dois que já conheciam, este mais generalista ou pirscrevendo mais virado para os meus devaneios literários, e um terceiro p4.aminus3.com onde coloco as minhas melhores fotos. Hoje iniciei um blog destinado ao comentário político, 1981Farpas e outro sobre desporto, como o nome indica, p4Sport.
Como sempre, lanço estes espaços com o desejo de que alguém os queira ler, e que perceba melhor a minha forma de encarar a vida, o desporto, a política, ou até a ficção, se a tal posso ambicionar...

sábado, 27 de setembro de 2008

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Amo-te avó

Vou contar uma História, sobre a maior contadora de Histórias que alguma vez conheci. Não vou contar a sua História, até porque quase ninguém o podia fazer, apenas um resistente com dois anos a mais que a sua História, se podia aproximar de uma tentativa, mas jamais pessoa alguma poderá ambicionar contar a vida de alguém que tanto viveu.
O que vos conto é um pouco, uma mui pequena parte da vida de uma Grande Senhora, uma Enorme Mãe, Sogra, Avó, Bisavó, Tia, amiga, companheira. Posso dizer que desde sempre a conheci, e foi uma honra. Tentei ser o que ela foi para mim, mas isso seria impossível, mais de noventa e cinco anos de idade de uma vida que foi dura, onde como ela dizia e nós atestamos, trabalhou muito e criou muito boa gente.
Há quase noventa anos, escapulia-se às escondidas do Pai que não aceitava que uma rapariga estudasse, e fazia os possíveis para frequentar a escola, e adquirir o conhecimento que a sua mente, desde sempre e até ao último momento, saudável exigia. Gostava de poder contar os pormenores com a mestria com que ela sempre fez, e perceberiam o que uma rapariga nos anos 20 do século passado tinha de suportar para conseguir realizar o trabalho que lhe era imposto, e ainda assim por mérito próprio e com uma arte bem sua, contornar os obstáculos que lhe surgiam no caminho.
Uma vez mais não sou a pessoa indicada para o fazer, mas falo-vos de uma pessoa que criou sozinha desde muito cedo os seus filhos, que se esfolava a trabalhar de formas que nós hoje podemos apenas imaginar, e mal, para num quarto dar tudo o que podia a esses mesmos filhos, e sofrer para que nada lhes pudesse faltar, porventura terá faltado algo de material, mas amor e abnegação é algo que tenho como um facto não lhes faltou, e digo-o porque falo de alguém que não sabia "não amar" os seus, como todos, à sua maneira, mas lutando como podia para fazer do nosso mundo, o mundo dos seus, um sítio bom para viver. E fê-lo! Sei de um episódio em que o seu filho, após partir as duas pernas, era transportado em braços por esta mulher de armas, esta força da natureza com quem tive o previlégio de viver e partilhar a sua vida. Sei das palmadas que este filho levava porque o amor pela bola era mais forte que o medo de apanhar por estragar os sapatos novos... Sei de tantas outras coisas que agora não me lembro, ou outras que são só nossas.
Ainda hoje descobrimos nas voltas que por estas ocasiões se dão, uma carta de recomendação que orgulha qualquer um do ano de 1957 de uma renomada empresa, a Prize Water House. Qualquer pessoa ou entidade que teve o prazer e tenho de me repetir, o previlégio de se ter cruzado com esta Senhora, pode e deve dizer o melhor dela, porque é essa a única verdade.
Falo-vos de uma pessoa dotada de um impar sentido de justiça, de tentar ser igual para todos, de não fazer diferença entre os seus meninos, e eu sinto honestamente que à sua maneira, exprimindo como sabia, amava todos por igual, sofria com a tristeza de qualquer um por igual, e ficava feliz com a alegria de todos da mesma forma, e digo-o sem sombra de dúvida. Sei das coisas que me disse sobre a minha pessoa, como sei o que pensava dos outros três netos, sei o amor que por eles nutria, e sei do bem que os seis bisnetos lhe fizeram, lamento que alguns deles apenas a vão conhecer através de nós, mas vão saber que a Bisavó Margarida os adorava e que mal nasciam fazia questão de lhes dar aquela prendinha dela.
Lembro-me dos dias perfeitos passados no Cartaxo, do cheirinho que aquela salinha à saída no pátio principal tinha, tão próprio, dos lanchinhos que ela nos arranjava, das brincadeiras, dos pirilampos, da cama de rede, da adega, e em cada pouco disso, está um muito da avó, e vocês os três sabem do que eu falo.
Lembro-me dos cantinhos que me arranjavas avó, lembro-me de tu já com as tuas limitações me perguntavas se queria que me arranjasses o lanche, ou me fizesses a cama, das histórias que me contavas e hoje estou roído por dentro porque não me lembro de muitas delas.
Contavas as histórias da tua terra, da tua vida, muitas repetidas, e só me arrependo das vezes que disse que já sabia, porque sei que hoje dávamos muito para ouvi-las uma vez, só uma vez mais. E só tenho o desejo que estejas em paz, e que tenhamos feito tudo para retribuir o muito que nos deste, porque olho para a família mais próxima, para já não falar dos amigos, e vejo que o que somos hoje, é muito do que fizeste por nós, olho para os meus pais, para os meus tios, para o meu irmão, para as minhas primas e vejo-te em nós. E posso dizer tanto, tanto mais, mas para já é isto que fica.
Adoro-te avó, adoramos-te, e olha por nós.

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Receita para uma tarde perfeita

Pegar na máquina fotográfica e respectivo tripé, ir na companhia de sempre, dos bons e maus momentos, a companhia ideal para momentos perfeitos, seguir sem destino traçado e encontrar lugares à beira do mar, lugares esculpidos com mestria pela natureza, paisagens que dão uma calma interior, um desejo de que o tempo páre ali mesmo e nos deixe carregar as baterias que a vida vai consumindo... Sair daquele lugar e ir percorrendo a costa, à caça da magia dos rochedos, do cheiro inconfundível da maresia, parar num ponto onde outros amantes do mar, os surfistas vão aproveitando as magníficas ondas de Setembro, dum perfeito fim de tarde de Setembro.
E perdermo-nos naquele pedaço de tempo, sentir a cabeça mais leve, abraçar aquela perfeita companhia, e observar a dança que os homens das prachas protagonizam com o mar, enquanto a máquina vai captando uma e outra imagem, em busca da que melhor traduza aquela tarde tão bela...

A casa está vazia

Nos últimos nove meses é o sentimento dominante quando entramos, quando acordamos, ou simplesmente olhamos para a porta do quarto. Com períodos de maior ou menor ausência, a casa tem estado vazia, tristemente vazia. Como que se nestes meses de forma progressiva algo nos vá preparando para o vazio total, esse estado que queremos evitar, que nos recusamos a aceitar, com as forças que ainda nos correm pelas veias.
O silêncio por vezes é assustador, os olhares tristes e perdidos num qualquer pensamento ainda mais o são, e todos temos vivido com este vazio que esperamos ser temporário, à espera de voltar a ter esta casa cheia, com quem a ela pertence.

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

sábado, 13 de setembro de 2008

Deolinda

Silêncio que se vai cantar o fado. E canta-se um novo fado em Lisboa e no país, da Damaia para o mundo, os Deolinda Lisboa são uma lufada de ar fresco na música feita e cantada em português. Triste é coisa que este fado não é, animado, inteligente e cativante. A voz de Ana Bacalhau mete respeito e até os vídeos são engraçados, pessoalmente qualquer video clip que seja gravado no ringue do Damaia Ginásio Clube tem tudo para ser um sucesso!
O álbum Canção ao Lado tem algumas canções que ficam no ouvido e uma letra em particular que quase podia ser um novo hino para o nosso país, é essa letra que vos deixo, não deixem de ouvir os Deolinda, de seguida quero assistir a um espectáculo deles que deve valer a pena.

Deolinda Movimento Perpétuo Associativo Agora sim, damos a volta a isto! Agora sim, há pernas para andar! Agora sim, eu sinto o optimismo! Vamos em frente, ninguém nos vai parar! Agora não, que é hora do almoço... Agora não, que é hora do jantar... Agora não, que eu acho que não posso... Amanhã vou trabalhar... Agora sim, temos a força toda! Agora sim, há fé neste querer! Agora sim, só vejo gente boa! Vamos em frente e havemos vencer! Agora não, que me dói a barriga... Agora não, dizem que vai chover... Agora não, que joga o Benfica... e eu tenho mais que fazer... Agora sim, cantamos com vontade! Agora sim, eu sinto a união! Agora sim, já ouço a liberdade! Vamos em frente, é esta a direcção! Agora não, que falta um impresso... Agora não, que o meu pai não quer... Agora não, que há engarrafamentos... Vão sem mim, que eu vou lá ter...

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Calma recomenda-se...

Portugal perdeu com a Dinamarca, é chato, pode complicar ou não as contas, deve perceber-se o que correu mal e tentar corrigir, mas não é mais do que isso. Calma, nem oito nem oitenta, da mesma forma que não percebo o invulgar consenso em torno de um seleccionador como acontece com Queiroz, menos ainda percebo que ao primeiro desaire os velhos do Restelo saltem para as luzes da ribalta. É verdade que se esta derrota acontecesse com Scolari muito pior se faria deste resultado, mas até eu que sou um defensor do Sargentão e gostava que ele ainda por cá estivesse, não compreendo o porquê de tanta conversa.
Portugal esteve bem, jogou futebol, tentou vencer, e só não o conseguiu por erros incriveis, falhanços quase inexplicáveis, Simão, Dany, Nani ou Nuno Gomes foram os mais flagrantes, um, apenas um destes golos a entrar e a vitória seria quase um facto consumado, mas entrar pelos "ses" não é o meu forte, o que quero dizer é que apesar do mau resultado, tendo em conta a primeira jornada do grupo, tendo em atenção a qualidade da equipa e o futebol que pode practicar, acredito que rapidamente voltaremos ao lugar que dá a qualificação. Talvez seja melhor perder já e ver que nada é garantido, para podermos encarar este grupo com o respeito necessário, entrando em qualquer partida com humildade e querer. A receita pode passar mais do que por os jogos com os principais concorrentes ao apuramento, pelos outros com aqueles países de nome esquisito e futebol ainda mais... Nesses é que é quase obrigatório não falhar, pois pode perder-se uma qualificação para o Mundial estupidamente.
Até ao próximo jogo muito mudará, teremos os atletas com maior preparação, e se tudo correr dentro do normal Ronaldo estará de volta o que é indiscutivelmente uma grande notícia, espero ainda que Mourinho coloque de vez Quaresma na rota de uma carreira ao nível das suas potencialidades, pois a selecção pode lucrar com isso.

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

A terceira Era

Chegou a hora de colocar as dúvidas de parte, sou o primeiro a esquecer os receios que levantei sobre Queiroz, as alternativas que preferia ver no banco de Portugal e tudo o mais que neste momento possa apenas complicar e destabilizar. - Possivelmente começa agora a terceira Era das selecções nacionais, se considerar como primeira a do futebol de antigamente, o do amor à camisola, com as aspas necessárias, de algumas das melhores gerações do futebol português. Essa primeira Era, sem fazer uma apresentação muito vasta poderia ir até ao Mundial de 86 quando se passou o caso que todos sabemos e em que o profissionalismo emergente dos futebolistas e da indústria obrigou a uma renovação de métodos e mentalidades que chegaria com a aproximação dos anos 90. - Considerando como primeira Era esta que em poucas linhas aqui falei, terei aqui de fazer aqui um pequeno aparte necessariamente, isto que falo é apenas baseado no meu conhecimento que é como não pode deixar de ser, mais aprofundado nas últimas duas décadas. Assim admito que possa estar a reduzir de forma injusta e falaciosa tantas décadas de futebol, com resultados tão distintos. Esperando que me possa ser perdoada esta falha involuntária, passo para a que considero como segunda Era. E essa surge com aquele que é hoje o principal timoneiro da máquina que são as selecções nacionais de futebol, indiscutivelmente Carlos Queiroz trouxe uma maneira nova de formar futebolistas no nosso país, e em dois mundiais de juniores nasceram aqueles que formaram até hoje a mais bonita geração, a de ouro. Também aqui posso falhar ao misturar na mesma Era o trabalho que vem desde o fim dos anos 80 com a radical transformação que anos mais tarde Scolari viria a introduzir na estrutura da equipa das quinas, mas mais ainda nas mentalidades dos adeptos. Mas creio que é inevitável quando vemos que no primeiro grande teste deste treinador, o Euro 2004, Portugal contava com campeões de Riade e Lisboa como Fernando Couto, Rui Costa ou Figo. E também porque Scolari aproveitou de forma quase perfeita o trabalho positivo que foi feito na formação, eliminou alguns dos vícios que ainda continuavam instalados na federação e acolheu num novo grupo uma série de talentos a despontar, criando pela primeira vez um verdadeiro "clube" Portugal, um plantel com poucas oscilações transmitindo assim aos atletas uma confiança no seu trabalho independentemente do que faziam nos clubes. Depois de tudo o que Scolari em três competições, com duas qualificações pelo meio, alcançou e aquilo que esteve tão perto e sempre falhou por uma ou outra razão, depois de ondas de apoio colectivo que juntaram os portugueses em volta da equipa como nunca antes, até ao natural divórcio entre a selecção e o seleccionador que mais tempo esteve ao comando da mesma, mais ou menos amigável, mais ou menos litigioso, para o caso pouco interessa, resumindo, depois de tudo isto, a saída de Scolari determina o fim de um ciclo. s Entramos amanhã na terceira Era do futebol português no que toca à selecção, o regresso de Queiroz, mais profissional, mais experiente, com um impressionante currículo, goste-se ou não, passou por Sporting, Real Madrid e Manchester, para algo deve contar... Os resultados serão analisados mais tarde, agora é tempo de aproveitar o estado de glória que o novo seleccionador beneficia entre a comunicação social portuguesa, e acreditar que a nossa equipa pode continuar a empolgar como o fez desde os mundiais de juniores, parando até 96 com resultados menos bons, e desde 2000 até agora com sucessivas presenças nas competições mais importantes.
Com Queiroz virá por certo uma maneira mais profissional de abordar a estrutura que engloba todos os escalões de formação e a primeira equipa, esta nova abordagem poderá ter frutos se tivermos em atenção que hoje em dia a maioria dos atletas joga em campeonatos fortes, e assim não vêem, ou não deveriam ver a presença na selecção como umas férias do seu clube. A conseguir uma organização que se possa comparar à forma de trabalhar dos clubes de topo, a integração dos jogadores ocorre com mais naturalidade e o pouco tempo que sempre há para treinar será mais rentabilizado.
s
Outra situação que espero que mude, tem a ver com os resultados das selecções jovens, especialmente a de sub-21. Com as provas dadas de Queiroz na formação, é com grande expectativa que aguardo profundas alterações na mentalidade de seleccionadores bem como de jogadores. Não se pode encarar a selecção de sub-21 como uns miúdos que andam ali a treinar, a maioria para não dizer a totalidade joga em grandes clubes, a exigência tem de começar mais cedo para não repetirmos falhanços como o Europeu que organizámos, passemos a marcar presença novamente no Mundial e que se comece já a preparar 2012 para que a presença nos Jogos Olímpicos seja uma realidade.
s
Agora, sem bandeiras à janela, todos aguardamos com ansiedade para ver o pós Scolari, conscientes que temos alguns dos maiores do Mundo, mas que isso não basta, eu estou esperançado num apuramento com classe, mas o mais importante no fim de contas é que em 2010 estejamos com um sorriso na cara, ao lado da selecção e de novo em busca do sonho...

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Escolhas

Por vezes somos confrontados na vida com escolhas impossíveis de tomar, ou pelo menos muito complicadas... Mais complicado ainda se torna quando temos uma escolha, uma opção, que não é verdadeiramente nossa para a tomar em consciência.
O que fazer quando temos uma pessoa de família com uma idade extremamente avançada que é diagnosticada com um grave problema de saúde, e nos é comunicado que há necessidade de operar, sabendo de antemão que o factor idade aliado aos problemas de coração tornam esta uma doente de alto risco? Difícil não? Optar por ter fé, no que quer que se possa ter, e acreditar que a operação é um mal menor e o risco vale a pena, ou jogar pelo seguro, mas apenas um virtual seguro, já que a não operar, a pessoa vai certamente mais cedo ou mais tarde sofrer as consequências de tal opção?...
Todas estas dúvidas perdem um pouco de importância quando sabemos que a última e decisiva palavra cabe à pessoa em questão, o maior problema, ou melhor, a maior questão moral levanta-se quando os médicos dão a sua opinião, e nos pedem para, no caso de estarmos de acordo com a intervenção, influenciarmos a doente explicando-lhe os benefícios desse procedimente, tentando no fundo nós influenciar a própria decisão. Não estou a criticar o que nos foi pedido, pelo contrário, apenas tenho a dizer bem de todo o atendimento que a equipa médica está a dar, estou somente a tentar explicar um dilema, custa sofrer por antecipação, custa mais não o fazer... E o sentimento de culpa, de responsabilização por uma ou outra escolha, torna tudo tão difícil, tão pesado.
O mais bonito, talvez a única beleza que consigo retirar no meio de tudo o que tem acontecido a uma assustadora velocidade, é que a calma vem de onde menos eu podia esperar, é a pessoa que está nesta difícil situação que nos acalma com a sua boa disposição, com a voz da sua experiência, sem esconder o natural receio que uma intervenção destas inevitavelmente causa, mas com a fé possível, com a confiança nas pessoas que a estão a acompanhar, nas opiniões que lhe dão... A beleza vem de um olhar terno, de um sorriso cativante de palavras tão quentes...

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Brutalidade

A confiança da população na sua polícia é fundamental! E essa confiança ganha-se não só com resultados no combate à criminalidade, mas também pela forma como esse combate é feito, os métodos usados para deter ou impedir a escalada de um gesto isolado de forma a que este não se propague para uma reacção em massa tem de ser pensado com profissionalismo, bom senso e com uma preparação mais eficaz.
No passado sábado o país assistiu a uma atitude que nada de bom pode trazer ao futebol, a de um adepto que "salta" para o campo e agride um elemento da equipa de arbitragem. Desde logo tenho de questionar a facilidade com que uma pessoa abre a porta que dá acesso ao relvado e se dirige até ao árbitro auxiliar sem que ninguém o tente parar, essa devia ser a função dos assistentes que estão sentados à volta do relvado.
Depois deste gesto isolado, gerou-se uma pequena batalha campal que podia ter tido consequências bem maiores... Ora, o infractor depois de agredir o árbitro auxiliar, ainda parou para discutir com um segurança, e só depois se encaminhou para a bancada, onde naturalmente quando chegou encontrou o apoio de pessoas que possivelmente estariam com ele a assistir ao jogo. Naqueles segundos desde o momento em que entrou em campo até ter regressado às bancadas, um sistema de segurança eficaz iria evitar os incidentes que depois ocorreram. Tanto os seguranças por perto como alguns agentes da PSP poderiam ter impedido que o adepto regressasse ao seu lugar, mas não o fizeram, assim teve de entrar em força um grupo de vários polícias para arrancá-lo à força e naturalmente detê-lo. A partir daí tudo ganha contornos surreais, desde esse grupo de polícias já depois de levar o homem entre eles, continuar a usar e abusar da força bruta para o dominar, à natural revolta com que os adeptos que por perto assistiam não calaram. Revolta essa que alastrou às bancadas por onde a polícia decidiu regressar, correndo à bastonada indiscriminadamente todos os que os criticavam, estas imagens que a televisão não mostrou, não deixam indiferente até os que numa primeira análise defendiam que a polícia agisse prontamente contra o adepto que prejudicou acima de tudo, o seu próprio clube...
Esta brutalidade que se passou no Estádio da Luz revoltou milhares de pessoas que por ali assistiam a algo que estamos habituados a ver na televisão vindo de outros continentes. O que importa salientar é que a polícia nada fez para evitar esta desnecessária violência, ficando até ao contrário do que é habitual, em grupos nos corredores durante o intervalo, numa atitude de provocação que não lhes fica bem.
Resumindo, um adepto errou e por isso deve ser punido, antes ainda dessa punição deveria ter sido rapidamente dominado, se isso acontecesse, tudo o que depois aconteceu é no meu entender da exclusiva responsabilidade da polícia que parecia demonstrar uma sede de violência e do uso da força que não pode ser admissível a uma entidade que existe para assegurar a segurança pública. Possíveis frustações pelo crescimento da criminalidade violenta ou outro tipo de males que aflijam os nossos polícias são para ficar em casa, e não para descarregar em pessoas que não têem culpa desses problemas.

domingo, 31 de agosto de 2008

Violência doméstica

Em oitos meses deste ano já morreram mais pessoas vítimas de violência doméstica nas relações conjugais do que em todo o ano de 2007. E são muitas as tentativas de homicídio que por uma ou outra razão não foram bem sucedidas.
Independentemente do sexo, do estracto social, da relação parental entre agressor e vítima, a hora de parar com a violência doméstica chegou à muito... Está na hora de fazer algo que inverta esta situação...

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Crises

Quanto tempo será preciso para o governo reconhecer que a criminalidade violenta está a crescer? Depois de todos os portugueses terem percebido que estávamos em crise mais de um ano antes do nosso PM, que quase até ao limite das suas capacidades tentou jurar a pés juntos que a Economia estava a crescer, desde há largos meses que estamos a ser confrontados com um crescimento da criminalidade violenta, Noites Brancas, Quintas do Mocho, etc, e não só em número de crimes, mas os métodos são cada vez mais, assustadoramente avançados! Veja-se por exemplo o assalto a uma carrinha de valores com explosivos...
Talvez estes governantes precisem de descer ao país real, mas sem trazerem de arrasto dezenas de pagens e bobos da corte, conheçam o país onde vivem e talvez, só talvez aí o possam governar...

Aldeias da roupa branca

Nós por cá temos um clube que foi apelidado por alguém de "aldeia da roupa branca" porque estranhamente, para quem acompanha o fenómeno desportivo, consegue vender jogadores a preços bem superiores a alguns dos melhores do mundo...
Agora surge a notícia que Danny, um dos estreantes da era Queiroz, protagonizou uma das mais elevadas transferências da temporada ao sair por 30 milhões de euros do Dínamo de Moscovo para o Zenit... Enfim, ou andamos todos enganados e vem aí um novo Ronaldo ou algo se passa para aquelas bandas...

domingo, 3 de agosto de 2008

Férias...

Doce descanso... Desempregado também tem direito a férias não é? :)

quinta-feira, 26 de junho de 2008

"Quase" Toda a história sobre o 'Caso Alcides' que quase retirou seis pontos ao Benfica...

Acordei, e enquanto tomava o pequeno-almoço, como é costume liguei a televisão para ver as primeiras notícias do dia, infelizmente o que fui encontrar foi mais uma prova da parcialidade e falta de vergonha que impera em boa parte do jornalismo em Portugal. Não sou insuspeito, nem tenho essa intenção, escrevo enquanto sócio e adepto, sem tentar ser justo ou querer fingir que posso ser imparcial nesta matéria, mas não sou profissional, e esses deviam no minimo tentar esconder a camisola, o que não fazem...
O caso indigna-me e passo a explicar, nesse programa matinal, começaram a apresentar as primeiras páginas dos jornais, e para meu espanto vejo no JN que o Benfica perde seis pontos por ordem da FIFA, de seguida no DN a mesma notícia, depois passaram alguns jornais onde esta bomba estranhamente não aparecia, até que entrámos nos desportivos e nada... Comentei de pronto que certamente O Jogo, jornal que está acima de qualquer suspeita (para quem não percebeu estou a ser sarcástico), daria na sua primeira página esta importante informação aos seus leitores, e não me enganei, lá estava a decisão irreversível da FIFA...
Como sócio quis saber porquê, e qual o meu espanto quando no site do Benfica...nada... Procuro no google e apenas um diário online que não conheço tem 2 linhas a falar sobre isto... Estranhei mas não parei, abro ABola e nem uma palavra, o Record e o mesmo destino... Abro O Jogo online e certamente lá me darão mais pormenores, puro engano, nada de nada. Tento abrir a Capa e qual o meu espanto quando vejo que está indisponível... Mas isso não me deteve, fui o JN e também aqui o assunto do dia continua omisso, até que na edição online do DN e aqui dou crédito por este jornal não ter escondido como os outros vergonhosamente fizeram quando certamente deram pelo erro e está o seguinte título "Toda a história sobre o 'Caso Alcides' que quase retirou seis pontos ao Benfica", e lá está explicado o caso que quase tirou seis pontos ao Benfica mas ao que parece está resolvido desde o princípio da semana, e eu estranho como hoje, 5ª feira é página em 3 diários, será que os responsáveis por esta notícia fizeram o seu trabalho de pesquisa, ou terá havido aqui algo mais... Caro leitor, se procura aqui uma resposta, não a posso dar, pois ao contrário deles, eu não escrevo com certezas o que apenas suspeito, mas fica ao critério de quem quiser entender o que aqui se passou...
Para que comprovem o que aqui escrevi basta primeiro passarem numa banca e ver as "gordas" dos jornais do dia, e depois procurar as respectivas edições online e como eu vão encontrar um enorme vazio sobre o título que lhes enche as páginas, e quem sabe algo mais...

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Porreiro pá!

E agora senhor Sócrates, afinal a conversa de que todos os estados iam aprovar o tratado, e que os povos da europa estavam com os seus governos, e que realizar um referendo em Portugal era uma mera burocracia já que estava convicto da vitória do Sim, não passava de mais uma "tanga" daquelas a que estamos habituados...
Não canto vitória porque sei que como sempre, vocês vão encontrar uma maneira de dar volta à coisa, e arranjar uma escapatória para mesmo assim levar a vossa avante! Mas que sabe bem sabe, das duas uma, ou os políticos não têem noção da opinião das pessoas, ou têem a exacta noção e foi por isso que não quiseram levar a referendo em nenhum país, excepto naquele onde era obrigatório pela sua constituição, claro que estavam convictos há 8 meses que este referendo seria a bandeira da vossa vitória, felizmente o povo por vezes manifesta-se... Pelo menos quando lhe dão oportunidade para isso. Ninguém tenha dúvidas, se mais países fossem a votos nesta questão, outras negas por toda a Europa surgiriam, porque quem está minimamente atento sabe o que os líderes desta União estão a fazer, o perigo para os direitos de quem trabalha. Agora pensem bem, lembrem-se de tudo o que o nosso PM disse sobre este assunto, até ontem quando falava na importância deste arranjo, perdão, tratado, para a sua própria carreira, é bom que aqueles que ainda apoiam esta política comecem a prestar mais atenção, basta ouvirem o que este homem diz...

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Ética vs Milhões de Euros

Ainda antes do Europeu de 2008 acabar, e numa altura em que a única coisa que já garantimos é a presença nos quartos-de-final, quero antes de mais dizer que agradeço a Scolari por estes 6 anos de alegrias que me deu como seleccionador, independentemente do resultado nesta competição, pelas prestações em 2004 e 2006, e pelas 2 qualificações que o técnico assegurou, pela onda que se gerou à volta da equipa, muito por culpa de Scolari, por tudo e mais alguma coisa, foi um orgulho ter este técnico à frente da nossa equipa.
Não resisto porém a uma pequena provocação, por altura do Euro 2004 Scolari rompeu as negociações com o Benfica por estas terem sido tornadas públicas durante a competição, facto que poderia destabilizar o grupo. Em pleno Euro 2008, a ética do nosso seleccionador foi vencida pelos EUROS dos Blues, ou pelo menos assim parece. Não me surpreenderia um golpe de teatro de Scolari, pois ao que parece o acordo não está assinado ainda, e essa seria a única atitude coerente, depois do que fez em 2004. Mas compreendo que os números que o Chelsea apresenta não são comparáveis aos que outros apresentaram, e assim a ética vê-se derrotada pelo profissionalismo.
Mas foi apenas um aparte, o mais importante é realçar a importância do seleccionador brasileiro, algumas vezes discordei das suas opções, outras não gostei das exibições, mas a doer até agora ele nunca desiludiu, e estou muito preocupado com o que virá depois da sua saída, agora os criticos podem esfregar as mãos, finalmente depois de 6 anos em que tiveram de levar com Felipão, terão oportunidade de renovar as criticas a um novo treinador, sim, porque estes criticos são sempre os mesmos, e criticam todos, nem este homem que apresentou resultados nunca antes alcançados lhes escapou, por isso o que vier será ainda mais atacado!
Resta aproveitar as semanas que faltam com Scolari no comando, espero que mais 4 jogos, de preferência mais 4 vitórias... Até lá e desde já, obrigado Scolari!

quarta-feira, 11 de junho de 2008

EU NÃO VOU...

...atestar o depósito!!! Recuso-me a participar desta histeria colectiva, prefiro encostar o carro e andar a pé ou de transportes!

sexta-feira, 6 de junho de 2008

terça-feira, 13 de maio de 2008

A lista possível

Concordo quase na totalidade com os 23 que deverão representar Portugal no próximo Europeu, creio que tirando um ou metendo outro, esta é a lista possível, porque em algumas posições temos claras falhas, no que somos bons, somos mesmo do melhor que há, no que pecamos, é mesmo preocupante.
Não vou mais falar sobre Pepe e Deco enquanto Brasileiros que são, e vou limitar-me a comentar as escolhas no que toca ao valor e forma dos 23 escolhidos. Mas antes falar de uma forma geral sobre a equipa, na baliza não temos grandes jogadores, mas temos 2 que certamente não será por eles que iremos falhar os objectivos, não estando entre os melhores da Europa, são bons. A defesa é forte, muito boa mesmo, apenas o lado esquerdo é mais limitado mas as opções também não comprometem. O meio campo é muito consistente, apesar de faltar alguma magia, não sei o que Deco poderá dar, espero que bem melhor do que fez no seu clube durante a época, o ataque tem do melhor com Simão, Quaresma, Nani e obviamente Ronaldo, mas a área continua a ser uma quase nulidade, espero que Scolari consiga inventar um esquema à volta dos 4 jogadores que referi, jogando com pelo menos 3 deles ao mesmo tempo porque se esperamos por Nuno Gomes ou Hugo Almeida os riscos são enormes...
Assim, dos 3 guarda-redes, 2 são de caras, Quim e Ricardo têem lugar cativo, apesar de a titularidade na minha opinão pelas últimas épocas dos 2 devia ser do benfiquista. Quanto ao terceiro, não vale a pena discutir muito, Patricío não fez na minha maneira de ver nada que justifique estar na selecção, no seu clube só joga por birra e não por mérito, pelo menos por enquanto, a questão é saber se as alternativas dentro da politica de levar um terceiro redes jovem, seriam mais fortes que o guardião leonino, e aí não vejo grandes diferenças entre ele e os outros. Se a opção fosse para alguém mais velho com provas dadas, certamente teríamos outras opções, quanto a jovens é uma lotaria por isso nada contra.
Na defesa saúdo Scolari por finalmente afastar Caneira que nos últimos jogos da selecção foi um falhanço completo, quanto aos escolhidos, 4 centrais fantásticos que dão muitas garantias, 3 laterais que podem desiquilibrar, principalmente Miguel e Bosingwa que deve ser o titular na direita, que atacam muito bem, e Paulo Ferreira que quase não falha a defender e faz bem os dois lugares, a semi-surpresa é Jorge Ribeiro que é o único lateral esquerdo de raíz, apesar de no Boavistar ter jogado maioritariamente noutras posições, creio que pela época que fez justifica a presença, mas não deverá ser primeira opção.
Meio campo onde Raul Meireles e Moutinho entram de caras nos 23, Veloso também merece pela sua qualidade apesar de a época ter sido mais fraca, Deco é capaz de coisas magnifícas mas é uma incógnita, honestamente pensei que ficasse de fora, mas é o único '10', espero que possa honrar essa posição já que Rui Costa não quer mesmo voltar à selecção... Petit pela época que fez não merece esta convocátória, aqui Scolari aplica um pouco a sua política de bem ou mal se este é da sua confiança vai, estando em forma Petit devia estar na selecção, e até pode fazer um bom Europeu já que a época não foi muito cansativa por ter passado muito tempo lesionado, isso até pode ser benéfico, quem fica assim de fora é Maniche que também não fez uma grande época mas sabendo o que o jogador do Inter fez noutras competições onde também chegava depois de épocas menos felizes, e vendo a importância que já teve na selecção nacional, pensei que estivesse presente. Tiago tem de mostrar que não é uma eterna promessa e passar a provar que merece para voltar à equipa, não compreendo como este jogador que tem tanto potencial está a desaparecer, um pouco como Manuel Fernandes que pode ser tão grande e anda a desperdiçar-se por equipas de segunda categoria...
Os avançados, o melhor e o pior de Portugal. Começando pelo pior, os 3 de área não me inspiram qualquer confiança, Hugo Almeida tem muito corpo e um grande remate, Postiga promete mas não faz nada e Nuno Gomes já marcou muitos mas marca cada vez menos que já nem me lembro dessas grandes épocas onde marcava com fartura... Por isso destes 3 não espero grande coisa, espero estar enganado. Por outro lado espero e muito dos 4 que falta falar, Simão, Nani, Quaresma e Ronaldo. É dos pés destes artistas que pode sair qualquer coisa, em qualquer nomento, e neles coloca a minha esperança, como já falei, para trás deles estão alguns elementos de grande qualidade que pode sustentar a equipa permitindo a estes resolver os jogos com a sua arte. Temo que Ronaldo depois de uma época tão intensa caia fisicamente mas tenho confiança que Scolari saberá recuperá-lo, e se Ronaldo estiver ao seu nível, Portugal pode mesmo ir até ao fim... Eu acredito!

segunda-feira, 12 de maio de 2008

domingo, 11 de maio de 2008

Penta

Quase que já nem dá para vibrar, tal é a naturalidade de ver Vanessa chegar em primeiro. E a nível Europeu nem é apenas em primeiro, é chegar muito antes de todas as outras, mais um título, mais um recorde, e venham os jogos olímpicos...

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Caçado

Hoje com a carrinha do trabalho fui multado, e devo dizer que parte da culpa é minha, o carro devia ter ido à inspeccção em dezembro, ninguém me alertou, eu não vi os papéis, e deu-se a bronca.
Mas ao contrário de muitas pessoas que passam a vida a acusar a polícia de caça à multa, eu não o faço, nem o farei, se fui multado foi porque estava a cometer uma infracção, com esta é a terceira multa que recebo, apenas uma estava consciente de infringir a lei quando estacionei à porta do Colombo, das outras não reparei o que não me desculpa, isto apenas para dizer que não tenho nada a apontar, fui multado e bem, como os outros são, e são poucas vezes para a porcaria que fazem na estrada...
O que foi inovador e eu não sabia já ser possível em Portugal, é que antes de me mandar encostar, a polícia já estava a par da minha infracção, ao que parece o sistema informático nas viaturas está a funcionar o que eu desconhecia, e mal o polícia me abordou me informou logo o que se passava. Acho muito bem, só é pena que segundo me informaram não é possível detectar por esse método se os carros têem seguro, porque essa é uma situação que era muito bem caçada pelas brigadas. Carros sem seguro e condutores sem carta deviam pagar do belo!... Já agora, a multa é de €250.00.

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Um desejo

Que me lembre (já repararam na tendência recente que tenho para começar textos com, que me lembre, isto deve ser um sinal de fraca memória), mas que me lembre é a primeira vez que tantos adeptos de um dos grandes vai assistir a um clássico na casa do adversário, no Jamor isso é repartido, mas quando falamos de o estádio de um dos clubes, sinceramente não me lembro de ver mais de 10 mil pessoas do clube visitante.
E se isto pode ser muito bonito numa visão ideal, na práctica pode não ser bem assim, não quero estar para aqui armado em profeta da desgraça, mas que isto merece atenção redobrada isso merece. Uma coisa é ter mil ou dois mil pessoas confinadas a um canto minúsculo e completamente isoladas dentro do possível, com um topo practicamente ou totalmente preenchido não sei não... Por isso desejo sinceramente que tudo corra bem nas bancadas, que as escaramuças que tenham de acontecer não passem de bocas e que os adeptos dos dois maiores clubes portugueses que estejam no estádio mostrem porque são diferentes de outros clubes que por muito que vençam não passam de clubes regionais.

terça-feira, 15 de abril de 2008

Desporto Português em Alta

Que me lembre é a primeira vez que um tenista português atinge os quartos-de-final no Estoril Open, este ano isso já está garantido com a partida nos oitavos entre João Sousa e Frederico Gil. O que é mesmo inédito é o facto de estarem 3 portugueses nesta ronda, Rui Machado estava a vencer quando o croata Karlovic teve de abandonar.
Não acompanho como acompanhava o ténis, assim não sei se os tenistas que estão a disputar este Estoril Open são bons ou não, um pelo menos é inequívoco, o melhor da actualidade, o genial Roger Federer. Ora, se o suíço nº 1 Mundial vencer a próxima partida, teremos um português a defrontar o melhor do mundo nos quartos-de-final, e isto é sempre de salientar. É bom ver os melhores no nosso país, gostava que o masters voltasse pois aí são mesmo os melhores do ano!
A nova esperança lusa, a menina Michelle de Brito foi eliminada e assim ficámos sem representantes femininas, mas certamente terá tempo para continuar a brilhar.
Noutra modalidade, boa prestação de Portugal, nos Europeus de Judo 4 medalhas. Sem o falecido seleccionador António Matias que foi homenageado, foram 3 de bronze para Yahima Ramirez, Ana Hormigo, Pedro Dias e ouro para João Neto, bom ensaio para os JO onde se espera que Telma Monteiro já esteja em condições, o que normalmente é sinónimo de medalhas!

Aquele cartaz é um perigo

Hoje vi o pessoal da Triumph a esticar a Cláudia Vieira, ou melhor, o cartaz com a mais recente colecção da marca.
Aquele cartaz no que suponho seja a fábrica da Triumph, no fim da 2ª Circular é mesmo um perigo, mega fotos sempre sugestivas ali para o pessoal aliviar o stress do trânsito...
Muito acidente que já deve ter acontecido por aquelas bandas... Hoje quebrou-se um mito, pensei que todos os funcionários da Triumph fossem moças saudáveis e a trabalhar sempre com a farda da empresa, ou seja, a bela da lingerie...
Pelo menos o pessoal que coloca os cartazes não é, resta-me imaginar que na fábrica dezenas de moças se entregam à labuta vestindo orgulhosamente a "camisola"...

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Private Joke

Um Pitbull "atacou" um jovem nos genitais este fim-de-semana no Cacém, ao que parece não é a primeira vez que o animal fez das suas.
Tudo isto pode ser muito interessante e ser notícia para quem não conheça uma história que se passou algures nas areias de Sesimbra, pensando bem, isto nem é bem uma private joke já que muito boa gente já a ouviu...
Adiante, o que me dá que pensar é o seguinte, um animal é acusado de "atacar" nos genitais um homem, isto acontece na zona da ic19, não é a primeira vez que isto acontece...
a minha pergunta é só uma, o que andaste a fazer no domingo Lom?!!!

Só para ilustrar o que acabei de dizer

Isto é revoltante, mas quando acabei de escrever o post anterior vou à janela e os artistas estavam já a atravessar a rua com o vidro às costas...
Assim captei alguns dos momentos que passo a descrever, a primeira imagem é já depois de levarem o vidro para o outro lado da rua, o caramelo era o que primeiro estava a vigiar, voltou para levar ferros, borrrachas ou qualquer ferramenta, não sei bem...
Quase em simultâneo os seguranças atravessam a estação e chegam ao lugar onde falta um vidro e começam a procurar no sítio errado.
O vidro já ia a caminho das profundezas da cova, onde poucos se atrevem a entrar, os dois larápios são o artista do chapéu vermelho e o do colete preto e branco...
Enquanto escrevo está a estação cheia de polícias e seguranças, agora lamento dizer, é tarde, quem estiver desse lado a julgar-me por nao ter contactado as autoridades leia o post anterior e perceba que dois polícias estiveram no local enquanto a cena decorria e não acharam estranho que aquelas duas personagens ali estivessem a ver passar os comboios...
Bom, para terminar porque a minha oportunidade de ser jornalista já passou e só fotografei a cena para ilustrar o que escrevera, este é o clima que se vive na Damaia, e provavelmente no nosso país... Triste, revoltante, e as pessoas sérias nada podem fazer contra isto, apenas divulgar...

Ás vezes é difícil

Por vezes é difícil aguentar certas situações sem perder a razão, há momentos em que dá mesmo vontade de perder as estribeiras e fazer uma parvoíce. Para meu bem não o fiz e estou a escrever em vez de fazer alguma coisa que depois me arrependa.
Desde que cheguei a casa que dois artistas estão a preparar os vidros da estação dos comboios para assim que consigam os levar, não sei se vão vendê-los, não consigo mesmo imaginar porque raio estão a tentar tirá-los, o que sei é que volta não volta desaparecem vidros da estação, pensei que fosse por vandalismo que os partiam, pelos vistos não só os partem, por vezes roubam mesmo. A polícia passou, falou com um dos artistas que tinha parado a tempo de não ser apanhado, lá devem ter concluido que ele não estava a fazer nada de mau e foram embora, ele e o que está "à coca" continuam lá enquanto escrevo...
Entretanto tocaram à campaínha do meu prédio, é publicidade, disseram, mas não é, na grande maioria das vezes não é, são pessoas que se drogam dentro do meu prédio, e isso revolta-me, se eu sair posso virar-me a um que tente fazer alguma, mas e se uma velhota vai a sair de casa e tem um ou dois maduros a drogarem-se, que por acaso se assustem e percam a cabeça, como é? Lá corremos uma vez mais com o homem do prédio, sou a favor das salas de chuto, são necessárias condições para combater este mal terrível, não me peçam é que aceite que se injectem no meu prédio! E por que raio as pessoas continuam a abrir a porta do meu prédio?!!! O que têem na cabeça?!!! No outro dia eram 22h, o homem disse que era publicidade, acreditaram... Isto são pessoas normais?!
Na minha rua já tirei um gajo de dentro de um carro que estava a tentar roubar, não era o meu, mas mesmo assim fui lá com o meu pai, não somos heróis, mas fizémos o correcto, por vezes sem conta expulsámos pessoas do prédio que não têem o direito de vir para as nossas portas fazer o que fazem, e um dia que as coisas se descontrolem, quem vai pagar o preço, quem vai ser responsabilizado? Rezo para que nenhum caramelo volte a dar a volta à minha avó como já aconteceu, porque se um dia entro em casa e está cá algum, não sei mesmo o que faço, por isso rezo para que essa situação nunca se repita...
Ás vezes é difícil...

Não batam mais no ceguinho...

Luisão certo no onze do Benfica, agora a notícia das ausências de Gladstone e Farnerud... Epá, as más notícias não páram?!!!
Daqui a pouco aparece a notícia que 3 dos 4 guarda-redes do Sporting se lesionaram e que Paulo Bento tem mesmo de utilizar Stojkovic...
Ou então que em caso de se ir a penaltys mete mesmo jogadores que saibam marcar a batê-los...
Será que não nos dão descanso?!!!

domingo, 13 de abril de 2008

Jovem procura companheira

E 'mai' nada! Este jovem de 90 anos de Alijó decidiu colocar um anúncio num jornal local de forma a encontrar uma moçoila sem filhos, com peitos salientes, entre os 65 e os 80 para tratar das lides domésticas e lhe dar muitas festinhas e mininhos, atenção, isto são palavras do senhor não minhas!
Cansado de estar sozinho após ter ficado viúvo há 5 anos, não foi de modas e partiu em busca do amor verdadeiro, oferecendo uma conta bancária recheada à princesa que se declare...
Acho muito bem, quem disse que o amor verdadeiro tem idade, o senhor quer companhia e faz por isso! Senhoras deste país, não desperdicem a oportunidade! Já me esquecia, a senhora não pode ser mais alta do que ele, "Ora, era o que faltava, ter um castelo em casa..."

sábado, 12 de abril de 2008

Globalizando mas só o que interessa

Surge agora a notícia que a DREN apresentou queixa contra o uso público do badalado vídeo do telemóvel. Eu até posso concordar que o vídeo passou vezes sem conta, infelizmente isso não é tão grave como as imagens que estavam presentes. Perdoem a comparação radical mas se nos chegar um vídeo de um refém a ser executado, o que é mais grave, a execução ou haver um vídeo? Aqui no nosso burgo, podem dar as voltas que quiserem mas grave é a atitude dos alunos, não é a exibição pública da gravação, até porque por ironia foi esta que permitiu que este caso tivesse consequência.
Mas mesmo aceitando o argumento que os canais de televisão não protegeram a identidade dos envolvidos, o que admito apesar de nos vídeos que vi nos órgãos de comunicação as caras estavam desfocadas, o responsável é quem não só filmou, como disponibilizou para qualquer pessoa com acesso à Internet em qualquer ponto do Mundo assistir. Dêem as voltas que quiserem mas não tapem o Sol com a peneira, critiquem o "herói" do 7º C ou que raio era aquela turma, porque esse sim é o único culpado da divulgação das pessoas envolvidas.
Mas esta DREN dos pés de barro devia preocupar-se mais com outras coisas como a forma como decide quem vences os "concursos públicos" ou como algumas empresas são bloqueadas consoante os dirigentes das regionais, e outras coisas que não chegam ao conhecimento do público, mas isso ficará para quem melhor o saiba e queira expôr...

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Como?

Como é que eu ainda me meto em discussões no estádio da luz com gajos que defendem o Vieira? Sim, ainda os há... Porque estou por demais lixado não me vou alongar, só dizer algumas coisas que na altura não me lembrei, o meu caro consócio utilizava o argumento do costume, que há 7 anos, palavras dele, não tínhamos nem dinheiro para pagar a água e que LFV devolveu a credibilidade, agora perdemos mas somos respeitados, perguntei-lhe por quem...
Mas o que gostava de lhe ter dito, é que nesses tempos que o Benfica era enxovalhado, passaram pelo nosso clube dirigentes como Álvaro Braga Júnior que a semana passada estava em amena cavaqueira com o nossso presidente, ou dizer-lhe que há 7 anos o presidente era Vilarinho, que neste momento e na presidência de Vieira é o Presidente da Mesa da Assembleia... Portanto, podemos falar em credibilidade, mas este é mais um igual aos outros, e a prova disso é que vai a jantares e dirige ao lado desses que enterraram o clube do meu coração, ele continua a ser sócio do SCP e FCP, e isso ninguém nega, por isso fui, sou e continuarei a ser contra esta liderança. Gostava (ou não) de ter o espiríto de outras massas adeptas que percam o que percam e da maneira que percam está sempre tudo bem, para mim não é assim, se perdemos alguém tem de responder, e no Benfica quem manda em tudo e todos é só um por isso esse que assuma!
E por agora chega que este tema enjoa-me!

Dia da Águia

O Benfica vai aproveitar o jogo de hoje para em parceria com a WWF (World Wild fund dor Nature) fazer o dia da águia, iniciativa que tem por objectivo alertar para esta bela espécie que está em risco de extinção.
Há menos de 10 animais destes no nosso país e é uma espécie que corre grave risco de desaparecer, clubismos aparte este tipo de iniciativas merecem ser lembradas e na minha opinião em solidariedade com esta causa a Académica devia facilitar...

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Porque o Cancro pode ter cura

Vi esta semana este pequeno filme de António Pedro Vasconcelos e acho que vale a pena perder alguns minutos para ver esta história difícil mas que eu encaro como uma história de esperança...

Conselho grátis do tio Pir

Se por acaso tiverem de trabalhar, como eu, com produtos químicos, evitem que uma garrafa de hipoclorito de sódio rebente, e se por acaso não se aperceberem que a senhora garrafa rebentou, mas ainda assim estiverem desconfiados por um forte cheiro a lixívia que quando começaram a mexer na senhora garrafa, começaram a sentir, olhem bem para a garrafa para ver, não vá o diabo furá-la, se a desgraçada está em condições.
Se mesmo assim forem muito despistados, e não tiverem cheiro ou não derem por nada, evitem de qualquer forma e só por descargo de consciência que a garrafa esteja em contacto com as vossas melhores calças de ganga...

Fortaleza Digital, Dan Brown

Era o livro de Dan Brown que me faltava ler e sem surpresa foi mais um que devorei em poucos dias e sempre com aquela do, é só mais um capítulo, e lá ia lendo...
Em Fortaleza Digital é abordado um tema que de há uns anos para cá e cada vez mais é muito polémico, onde colocar, ou se se seve colocar um limite ao que os governos devem ter acesso em nome da segurança? Na era em que vivemos com telemóveis, internet, satélites capazes de ver tudo e mais alguma coisa, e muito mais, a questão principal neste livro é precisamente até onde é que uma agência pode ir em nome da luta contra o terrorismo, e como não podia deixar de ter o toque conspiratório de Dan Brown, é dito no livro que pura e simplesmente não é utilizado qualquer limite e que todas as comunicações no Mundo estão sujeitas a ser escutadas, como adepto de uma boa teoria da conspiração, ainda para mais quando envolve os EUA, não me custa nada a acreditar nisto.
Algo que não posso deixar passar é o facto de um dos personagens ser nem mais nem menos, TUGA! Pois é, o senhor Dan Brown dá neste livro um dos principais papéis a um Português implacável, espectáculo!
Fico a aguardar por mais livros deste autor, pode ser polémico, pode ter uma grande imaginação, pode ser o que quiserem, mas que quando começo a ler um livro dele não dá para parar, isso é inegável...

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Vamos mas é ao que interessa

Pois é, são momentos como este que
realmente valem a pena. Que olhos!!!
Esta miúda é mesmo Linda não é?...
Claro que eu sou insuspeito, por isso posso falar à vontade, é não é?
Podia aqui gabar a mestria do fotógrafo que também salta à vista, mas com uma modelo assim qualquer um podia captar uma imagem destas...
Como podem imaginar ela estava vidrada a olhar para os pais babados, e o tio a aproveitar para fotografar, hehehe.

Sou só seu que acho estranho

... que alguém que tantas polémicas criou e alimentou, que tanta azia levou para casa e a tantas pessoas criou ao longo dos anos, seja agora ouvido como perito?!!! Perito de quê?!!!
E outra situação que há já uns tempos me faz um pouco de confusão, mas como não se passa com um grande 'tá' tudo bem, será normal que um dirigente de um clube da primeira liga seja comentador desportivo e logo numa rádio pública?! E que esse mesmo dirigente esteja a ser ouvido como perito num caso que envolve clubes que disputam o campeonato com aquele que este "perito" dirige?!!!
Isto soa-me um pouco a conflito de interesses mas talvez seja só eu...
Já agora um pequeno p.s. sobre o apito Surreal, as novas alegações do mais mediático clube envolvido são brilhantes, afinal Carolina terá mentido, o jogo onde o árbitro terá sido aliciado não foi o Porto vs Beira-Mar mas sim o Porto vs SLB, essa malandra ouviu mal, esse é que é o crime, não o possível envelope, trocar os jogos onde isso aconteceu é que é grave... Tal como no caso da fruta, afinal não foi o Xô Papa que ofereceu a fruta ao Xô Paixão, o Xô Paixão e assistente é que demonstraram desejo de "fruta" e os intermediários (um ex-árbitro) é que terá contactado o Xô Papa que não objectou a esse fornecimento de "fruta", de resto esse senhor já demonstrou ser conhecedor dessa fruta, até já a levou para casa e agora diz mal dela... Vá-se lá perceber!

terça-feira, 8 de abril de 2008

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Cada vez...

...Amo mais Lisboa, complexo de inferioridade é lixado...

Jesus Cristo Superstar II

Este sábado assisti a um espectáculo amador que se inseria no Festival Vicarial da Canção Jovem, como apresentação a organização que esteve a cargo da Paróquia de Santo Isidoro em Ribamar fez um espectáculo baseado na peça Jesus Cristo Superstar e só vos digo que foi muito bom mesmo. Naturalmente não deu para fazer a peça completa mas fizeram algumas das passagens e por vezes nem parecia um espectáculo amador, sei que deu muito trabalho a montar mas o resultado valeu a pena!

O tempo anda doido

Na sexta-feira à tarde andei a passear no paredão em manga curta e bermudas, um calor mesmo saboroso ali ao pé do rio, o pessoal todo esticado na praia, e hoje cai uma chuvada destas e já estão a avisar que quinta-feira a temperatura baixa bastante... Anda tudo doido!

Parte II

Este fim-de-semana li o testemunho de um adepto da Juventus, que por altura da descida de divisão da sua equipa chorava na rua, não por qualquer injustiça ou cabala, mas imagine-se, por vergonha! É verdade, este adepto estava envergonhado porque sabia que apartir desse dia o seu clube do coração iria ser associado a corrupção e humilhado em cada estádio que se apresentasse. No sítio onde li isto, quem escrevia que esta é a reacção normal das pessoas de bem, e eu concordo. Por cá acredito que há milhares de portistas que se envergonham por ver o clube do seu coração envolvido nisto, mas esses não têem direito a falar, só aqueles que culpam o centralismo e Lisboa por tudo é que podem, só aqueles comentadores "imparciais" que apenas são traídos pela carregada pronúncia e forma como festejam as conquistas dos Máiores podem falar. Se um dia vir o meu clube envolvido numa coisa destas espero que seja punido, e vou sentir vergonha, disso não tenho dúvida, porque sou uma pessoa honesta, tenho carácter. Infelizmente dá-se valor a cartazes gigantescos que ainda gozam com a situação e se vangloriam por estar envolvidos neste nojo. Mas tá tudo bem, uma vez mais repito que estranho não ouvir os envolvidos reclamar inocência mas sim criticar as escutas (que não deixam dúvida a ninguém) ou o timing da "punição"... Só para acabar porque este é um blogue de e para gente séria, e falar nestas porcarias que infectam a nossa sociedade ao passarem constantemente impunes só dá uma má imagem deste estaminé, falar numa dessas personagens que por aí andam envolvidas em clubes campeões e noites brancas, cuja declaração de rendimentos indica 1000 euros/mês e já tem 2 Porshes, para não falar numa bruta casa... Pois é, as coisas no Norte são mais baratas, já me esquecia desse pormenor...

domingo, 6 de abril de 2008

Grande país

Este onde os comentadores ficam chateados por um clube ser castigado 4 épocas depois de ter practicado corrupção, e não por ter acontecido a corrupção em si! Viva o futebol e quanto ao resto não se fale, nós já somos tão fraquinhos, acham mesmo que é preciso fazer o que fizeram nestes dois jogos?... Grande país este, não se comente a corrupção, isso não é preciso, fale-se apenas de futebol, o que quer que isso seja...

A Mensageira, Daniel Silva

Este americano, filho de pais Açoreanos deve ter retirado um pouco da literatura Portuguesa e muito da ficção americana. É mais um livro que nos prende, quem não gosta de uma boa história de espionagem, ainda por cima quando envolve o Vaticano, a Casa Branca e o terrorismo islâmico.
Li também dele o Confessor mas não me lembrava que era com a mesma personagem, Gabriel Allon, e pelo que fiquei a saber perdi pelo meio Morte em Viena, situação que terei de rever.
Este espião israelita, que bem tenta fugir ao seu destino mas não consegue, dê por onde der os acontecimentos do Mundo não o deixam, aqui é chamado para analisar uma ameaça terrorista contra o Papa. Daniel Silva tem um estilo de escrever que aprecio bastante porque não enrola muito e ao mesmo tempo vai dando a conhecer um pouco do que é um mundo e uma cultura que para nós ocidentais muitas vezes não é fácil compreender.
Dá também para pensar, sobre a Arábia Saudita e as suas ligações com os dois lados, os Americanos por um lado e o apoio (mal) disfarçado ao terrorismo por outro com donativos para "causas de caridade"... Tudo com o conhecimento e passividade da Casa Branca. Bom livro.

quinta-feira, 3 de abril de 2008

Estudemos irmãos

Honestamente, tanto se me dá que façam uma ponte entre Chelas e o Barreiro, entre o Beato e o Montijo, como se fizessem entre o Bugio e Alfarim, não posso prever o futuro mas não creio que vá utilizar muito a supostamente terceira travessia, certamente será útil e não discuto local ou a diferença que irá fazer. Só acho giro que ao que parece existe uma lei a nível da União Europeia que exige um estudo de impacto ambiental antes de se decidir, mas já foi decidido e o Estudo só será feito agora... Estou confuso, se já está decidido, para quê este estudo? E como tanto se tem discutido quanto à imparcialidade dos estudos, será que este não estará condenado à partida a ter de ser favorável, dê por onde der. E imaginemos, que no auge da loucura o estudo se revela contra esta opção, será alterada?

quarta-feira, 2 de abril de 2008

Parabéns por tudo PF

Ontem não encontrei esta foto em nenhum sítio para aqui publicar em homenagem às Produções Fictícias, por isso hoje encontrei no blog do Nuno Markl e cá está. Foi tirada, salvo erro, em 96 e é dos primórdios desta Empresa que não o foi desde o princípio e que por esta altura já conta 15 primaveras.
As Produções Fictícias, a brincar a brincar são uma grande lufada de ar fresco no humor em Portugal mas não só neste género se destacam, pesquisando no seu site descobri alguns dos seus principais trabalhos onde se contam Herman Enciclopédia, Contra-Informação, Conversa da Treta, Urgências, um conjunto de pequenas peças que eu tive a sorte de ver e adorei, O Eixo do Mal, Inimigo Público e muitas mais produções de sucesso. Recentemente Os Incorrigíveis, este não podia mesmo deixar de mencionar, enfim, como o currículo atesta, há muita qualidade da produção nacional.
Parabéns e obrigado PF.

Mea Culpa

Tenho de reconhecer que estava errado em relação a Sá Fernandes, lembro-me de há uns tempos ter tido uma discussão onde o defendia por, na minha ingenuidade, acreditar que ele lutava pelos interesses da cidade do meu coração, Lisboa! E eu nem sou das cores partidárias do senhor, simplesmente nessa altura os argumentos que ele usava convenciam-me, e lembro-me do Tiago me dizer que ele só o fazia por estar na oposição e que era do contra só por ser, o que eu tentava contrariar com argumentos que tenho de dizer novamente, eram muito ingénuos.
Se o senhor já tinha caído muito na minha consideração por motivos diferentes aquando da discussão no prós e contras sobre a Lei do Tabaco, e continuou a sua queda vertiginosa quando suspreendentemente se aliou ao PS na autarquia, bateu mesmo no fundo quando na recente polémica sobre as turbinas disse, e pasme-se, que está a haver precipitação... Eu confesso a minha ignorância sobre a forma de desisão numa autarquia, mas quando a maioria dos vereadores está contra e uma proposta passa isto pode considerar-se democracia?... Isto vindo de alguém que colocava providências cautelares de cada vez que tinha uma comichão... E pensar que o defendi, sou mesmo anjinho...

terça-feira, 1 de abril de 2008

E agora que aprendi...

...a mexer um pouco nisto até já personalizo parte do aspecto do blogue, por agora fica esta imagem fantástica tirada por este vosso amigo, na belissíma cidade de Barcelona, o sol deu uma ajuda para colorir a fotografia.

Tanta mentira perde a piada

Eu compreendo, é dia das mentiras e com tanta que por aí anda, é complicado arranjar alguma original para comemorar, mas daí a abusar e logo com tantos jornais a usar a mesma, acho que perde um pouco a piada...
Meus amigos, das duas uma, ou no pasa nada, como quem diz que fica tudo na mesma e ninguém é punido, convenhamos que é a hipótese mais provável para não dizer que é a única, ou então vamos assistir a um fenómeno de celeridade na justiça portuguesa e sim senhora o Porto perde os 6 pontos mas imediatamente porque convenientemente é um castigo que não chega a ser dada a distância que eles já levam. Fico a aguardar com muita curiosidade...

domingo, 30 de março de 2008

Não conseguiste

Tu bem tentaste, mas não foi suficiente! Temos pena! Continuas o mesmo artista que expulsou o Tiago depois do 4 árbitro o empurrar para dentro de campo, bem tentaste mas não conseguiste! Não marcaste um penalty porque a bola foi à queima-roupa mas na segunda parte com as cores trocadas o critério mudou... Continuas o mesmo palhaço! Conseguiste ver uma falta quando estavas melhor colocado que qualquer câmera, um jogador tropeça nos próprios pés, talvez o Nélson tenha soprado... Continuas a mesma jana de sempre! Tentaste, como tentaste, mas não deu, fica para a próxima...

Investiguem por favor

Surgiu no fim da semana que passou a notícia que a Comissao disciplinar da Liga vai investigar a entrega de uma prenda do Benfica ao árbitro do SLB vs Naval, ora, eu acho que se há alguma coisa para investigar tem de ser um tribunal a fazê-lo e não a Liga, pelos regulamentos se alguma equipa apresentar queixa a liga deve investigar. Só não percebo como no Apito Dourado a Liga e a Federação se recusam a actuar antes de uma decisão judicial e neste caso vão investigar...
Depois, se o Benfica jogou contra a Naval, equipa que luta pela permanência, seria de esperar que a queixa viesse do Xô Aprígio, uma daquelas figuras do nosso futebol, mas não, a queixa vem de uma equipa que pelos vistos sente que o Benfica é um adversário directo, ou talvez por o seu presidente ser um exemplo de lizura, ou não, pasme-se, a queixa vem do Xô Bartolomeu, esse mesmo do Leiria... Estranho, não?
Ora, o que quero é que isto se investigue e se fôr caso disso, que os culpados sejam punidos, mas rapidamente, que este caso não se arraste como o do Apito Anulado (já que tudo o que a defesa alega é que as escutas devem ser nulas, não alegam inocência). Mas voltando a este caso, o Benfica diz que esta prenda é uma que todos os árbitros em qualquer jogo na Luz recebem por "cortesia", de resto isto é público e quem acompanha o futebol sabe isto tão bem como eu. O que difere aqui nas versões tem a ver com o material, o Benfica diz que é uma peça de acrílico, a queixa fala numa peça de Cristal, portanto ou há aqui marosca ou o Xô árbitro não distingue acrílico de cristal. Veremos no que isto dá, independentemente disto esta palavra que tanto usei neste post, o Xô, é o que me apetece dizer a estas pessoas faladas aqui, e a muitas outras que poluem o futebol, Xô, daqui p'ra fora!

Apassionata

O maior espectáculo equestre do Mundo esteve no Campo Pequeno, e cumpre as expectativas, é de facto um show muito bonito, os cavalos são lindos, alguns deles dignos de Rohan sem dúvida, começou logo com uma apresentação interessante, Isabel Angelino fez a introdução em cima de uma cavalo vestida a rigor.
Seguiram-se as actuações de cavaleiros de vários países com cavalos de algumas das raças de cavalos mais nobres. Mesmo para quem como eu nada percebe de equitação, este é um espectáculo que prima pela beleza, dos cavalos e dos movimentos, destaco um grupo de 4 franceses que fizeram uns truques impressionantes, por vezes quase parecia que tinham perdido o controlo mas ao que parece fazia tudo parte, também uma brasileira que introduziu o volteio a cavalo (penso que é assim que se diz) no nosso país não ficava muito atrás dos franceses .
O tema eram as 4 estações, e uma quinta parte onde o Carnava de Veneza é retratado é o final perfeito. Em representação do nosso país esteve uma escola equestre e Maria Moura Caetano cuja actuação deixou muito a desejar, não percebo muito da coisa e não sei se a rapariga está a aprender mas achei aquilo muito fraquinho, uma volta à arena, sem grande demonstração de habilidades por aí além e pronto... E a moça até veio ao Camarote ao lado do meu no intervalo!
Está prometido o regresso no próximo ano a Portugal e eu recomendo!

sábado, 29 de março de 2008

Eu gostava

Que o departamento médico do Benfica tivesse a qualidade do que o Man Utd tem... Quem diria que depois da grave lesão que Ronaldo contraíu nas escadas do balneário no fim do último jogo do Manchester, ou terá sido a descer do avião para a concentração da nossa selecção, bem nao interessa, o que é de realçar é que em 3 dias o departamento clínico do Man Utd conseguiu recuperar o prodigioso jogador que nem estava em condições de treinar com a equipa das quinas para enquanto vos escrevo, o menino estar a caminho para jogar 90 minutos ao seu nível, ou seja, em grande! E já marcou um golinho daqueles, pequeninos... Este puto faz-se um, vá, bom jogador...

Muito bom

Que grande artista! Tá demais

sexta-feira, 28 de março de 2008

Come a Papa, Joana Come a Papa

Esta foi a minha estreia como Realizador! Pois é, com a princesinha Joana no principal papel, como não podia deixar de ser... Não foi fácil conseguir os direitos para filmar a Bebé mais procurada do momento mas consegui, apresentando um magnífico guião que convenceu prontamente a jovem actriz. Estou já a preparar um director´s cut e o making of, com uma entrevista com a Joaninha e com o brilhante realizador, tudo isto deverá ser lançado num DVD duplo que terá ainda fotos das filmagens.

Sou um bocadito pró dramático...